Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amor Incondicional - Amor&Liberdade

Eu quero aprender a Amar mas sem prender, acho que a Liberdade é o maior vinculo e prova de Amor... mas será que vou conseguir chegar ao fim desta passagem e viver um Amor Livre?

Amor Incondicional - Amor&Liberdade

Eu quero aprender a Amar mas sem prender, acho que a Liberdade é o maior vinculo e prova de Amor... mas será que vou conseguir chegar ao fim desta passagem e viver um Amor Livre?

01
Out19

Ser mãe aos 30...

solua

Desde que fui mãe, sinto que não vou acompanhar a vida dos meus filhos, como os meus pais me acompanharam.

Ser mãe aos 20 ou aos 30, tem 10 anos de diferença... que é muito... na fase final da nossa vida...

Sinto que não estou a cuidar-me, na alimentação, exercícios para ter uma vida mais saudável e com mais uns anos de qualidade de vida...

Quero passar mais algum tempo de qualidade na vida dos meus filhos e não estou a fazer nada, só a lamentar-me... e com um aperto no meu coração...

A vida passa rapidamente e não estou a viver o meu sonho de mãe, às vezes parece um pesadelo...

Sei que há situações que eu não consigo controlar mas tenho que ter força para cuidar de mim, gostar de mim, ter uma melhor auto-estima...

”1) Desiste de querer mudar o teu filho. Aceita a natureza dele porque é quando a aceitas que ele desabrocha e cresce.
2) Depois de aceitares a natureza dele, sossega. A perfeição não existe. A maternidade não é uma competição. Todos os miúdos, mais cedo ou mais tarde farão as mesmas coisas. Há miúdos que surpreendem mais tarde, quando se tornam maiores e mais independentes. Deixa-os ser.
Até lá, faz aquilo que é bestialmente importante: olha para o teu filho com olhos de ver. Olha para ele, porque de facto ele existe. E é quando tu páras para olhar de facto que percebes o que é que ele te está a pedir, a cada instante.
Hoje apetece-me dizer-te para não passares ao lado da tua vida com os teus filhos porque é nas pequenas coisas, no quotidiano da vida que o mais importante e o que mais influencia, acontece.”

14
Ago14

Momento de crise...

solua
Autora: Chana (Jenny) Weisberg

 

De maneira geral é somente uma crise que tem o poder de nos forçar a dar os passos necessários para melhorar nossa vida.

 

1 - Lembre-se que uma mãe é como um lençol um pouco pequeno

 

Anos atrás uma mulher inteligente ensinou-me que toda mãe é como um lençol um pouquinho pequeno numa cama um pouquinho grande.

 

Não importa o quanto se arrume o lençol, um pouquinho da cama sempre aparecerá, pois um dos quatro cantos fica levantando.

 

Todos nós conhecemos mães que parecem ter os quatro cantos de sua vida arrumadinhos. Elas têm filhos perfeitos, casas impecáveis, casamentos maravilhosos, carreiras respeitáveis. Porém, na maioria dos casos, um cantinho da vida dessa mulher está pagando um preço por esta falsa perfeição, seja este cantinho os filhos, o casamento ou sua saúde mental.

 

Infelizmente, a maioria das mães passa a vida imitando estas mães "perfeitas", correndo ao redor da cama, tentando freneticamente manter todos os cantos da vida arrumados

 

Há cinco anos, tomei a decisão de parar esta corrida louca ao redor da cama. Decidi que se um canto do meu lençol iria ficar solto mesmo, eu queria escolher qual canto era menos importante para mim, para que minhas prioridades (meu casamento, meus filhos, minha saúde, minha escrita) ficassem seguros no lugar.

 

O canto do lençol que eu decidi ser o último na minha lista de prioridades foi o canto doméstico. Decidi encontrar uma faxineira para me ajudar uma vez por semana. Comecei a usar louça descartável em algumas refeições e cozinhar cardápios mais simples com menos pratos, para que eu tivesse uma chance de descansar nas tardes de sexta-feira. Estes pequenos passos para reduzir o fardo daquele quarto canto teve um efeito cumulativo sobre minha felicidade e minha capacidade de funcionar como mãe.

 

2 - Peça conselhos a especialistas

 

 Toda mãe enfrenta problemas pessoais e maternos que a deixam frustrada.

 

Faça um favor a si mesma e à sua família, e associe-se a um grupo de apoio ou a uma aula para mães. Você pode ler um livro de auto ajuda, ou chamar uma mãe com mais experiência a quem você respeita para ajudá-la a controlar sua situação.

 

Cinco anos depois da minha crise, eu ainda frequento aulas regulares para mães, que me dão inspiração e me orientam, e consulto livros e mães mais experientes para descobrir soluções para situações difíceis e preocupantes. Quando finalmente procuro ajuda, fico surpresa ao ver como meus problemas são comuns ou facilmente solucionáveis.

 

3. Melhore sua dieta

 

A dieta tem um enorme impacto em seu humor. Eu costumava iniciar meu dia com uma xícara de café com duas colheres de açúcar.

 

Olhando para trás, vejo como esta maneira errada de deixar-me ligada no início do dia era um fator que contribuía para o estresse e a ansiedade que se seguiram ao meu terceiro parto.

 

Desde então, parei de ingerir açúcar, cafeína e farinha branca. Procurei uma nutricionista para indicar-me uma dieta boa e saudável, o que significa que como mais legumes, proteína e germe de trigo e linhaça que contêm nutrientes vitais que as mães precisam.

 

Minha dieta causou um impacto positivo em minha vida como mãe e na minha felicidade em geral. Vi que esta dieta tem um efeito direto sobre a minha capacidade de permanecer calma e relaxada com meus filhos, e em manter uma visão positiva sobre a vida.

 

4 - Seja responsável pela sua felicidade

 

Ninguém gosta de ter uma mãe ou esposa que age como uma mártir sofredora.

O maior presente que você pode dar a sua família não é uma refeição caprichada, uma sala impecável, ou mesmo um passeio ao zoológico. O maior presente que você pode dar a eles é ser uma mãe feliz, bem descansada, bem alimentada, e que reserva algum tempo para investir em si mesma emocional, física e espiritualmente.

 

Em vez de culpar seu marido, os filhos ou seu chefe pelo fato de você estar sobrecarregada e ser subestimada, da próxima vez que se vir resmungando, pergunte-se o que VOCÊ pode fazer naquele momento para ficar mais feliz.

 

Já percebi que, em geral, a resposta a esta pergunta é ridiculamente simples. “Preciso dar uma caminhada (sem crianças) em volta do quarteirão. Preciso deitar-me e descansar por quinze minutos. Preciso pedir ao meu marido que ponha as crianças na cama naquela noite, para que eu possa comer algum iogurte no sofá.”

 

Lembre-se, não é divertido ser uma mártir, e menos ainda viver como uma.

 

Quando a maternidade chega a uma situação difícil, pode ser dolorosa, frustrante e desapontadora.

 

Pode também ser uma oportunidade para fazer algumas mudanças fundamentais em seu estilo de vida, para tornar tudo melhor e mais fácil.

 

Pode ser uma oportunidade para clamar, como fizeram nossos ancestrais no Egito, para atingir seu próprio Êxodo materno.

26
Out12

Minhas Rotinas...

solua

Rotina Matinal

 

  1. Levantar [Todos]
  2. Casa de banho (Xixi) [Todos]
  3. Medicamentos
  4. Fazer Pequeno-almoço e comer [Todos]
  5. Tomar duche e vestir [Todos]
  6. Sair de casa [Todos]

 

Rotina Nocturna

 

  1. Separar a roupa para o dia seguinte [Todos]
  2. Ter tempo para mim (30 mins) [Ler, ver TV,…]
  3. Arrumar sala e quarto (5 mins)
  4. Plantas (Água)
  5. Lavar os dentes, rosto e pentear o cabelo
  6. Escrever na agenda e no diário (Limpar a mente!)
  7. Ver como estão os meus pequeninos
  8. Ir para a cama [Semana 23h-0h, Fim de semana – 2h]
31
Jul12

Pratique os 10 hábitos das mães felizes!

solua

1 - Tenha a noção do seu valor como mãe.

2 - Encontre as amizades certas.

3 - Dê o valor devido ao dinheiro.

4 - Arranje tempo para estar sozinha.

5 - Valorize e pratique a fé.

6 - Liberte-se dos medos.

7 - Descubra formas simples de viver.

8 - Dê e receba amor saudavelmente.

9 - Seja dona da sua vida.

10 - Não perca a esperança.

 

Os 10 Hábitos das Mães Felizes  de Meg Meeker
11
Mai12

Os Dez Mandamentos da Maternidade ...

solua
1.Renunciarás a uma casa limpa e arrumada
2.Possivelmente, nunca mais terás uma conversa sem ser interrompida

 

3.Aprenderás a fazer compras às pressas

 

4.Não cobiçarás a vida social da próxima

 

5.Agora deverás realmente honrar tua mãe e teu pai

 

6.Não terás todas as respostas

 

7.Não mais precisarás de um relógio com alarme

 

8.Deverás fazer cinco tentativas frustradas até conseguir sair de casa

 

9.Perguntarás a ti mesma o que fazias com teu tempo

 

10.Saberás que tudo isso vale a pena

18
Jan12

O tempo foge ...

solua

...já passaram 6 anos que comecei a minha aventura de ser Mãe...

 

Sei que nesta fase,os 3 pequeninos precisam de muita atenção, porque ainda não são autónomos.

 

Requerem muita energia da nossa parte, por vezes, essa energia não existe.

 

Mas olho para estes anos que passaram e vejo como eles cresceram...

 

Tenho momentos com a mais pequena, que quero reter porque sei que já passaram com os irmãos e não vão voltar.

 

Sinto o coração apertado, sei que a vida é feita de momentos, mas há momentos que nos deixa muita saudade, apesar do cansaço...

27
Jun11

Educar 3 filhos ...

solua

Estou exausta, os meus pequeninos estão com muita energia e sempre a levar-nos/testar-nos ao limite da nossa paciência...

Não tem sido fácil,por vezes, não sei o que fazer? E se o que estou a fazer é o correcto?

 

Precisava de paciência, espaço para eles brincarem...

...

Nos primeiros sete anos as crianças estão formando sua personalidade, absorvendo conceitos, e a presença de pais ou cuidadores que estejam atentos à uma boa formação é fundamental.
...

 

 

18
Mai11

Ser Mãe ...

solua

"Ser mãe é recomeçar a cada dia, é não ter sono nem cansaço, é falar o necessário, é calar, olhar, entender.

 

Ser mãe é realizar-se  com o sucesso dos filhos, é estar presente em todos os momentos, é ser insubstituível.

 

Ser mãe é ser tão frágil e ao mesmo tempo tão resistente.

 

Ser mãe é uma aventura permanente,é continuar sua caminhada sem poder ter contratempos.

 

Ser mãe é ser tudo e simplesmente mãe..."

10
Out10

Vida... 4 anos

solua

O meu filhote vai fazer 4 anos.

 

Nestes anos algo mudou ... Eu olho para mim e sou outra pessoa, tanto físicamente como pessoa.

 

Tenho que voltar a gostar de mim, ser mãe absorve-me muito do meu tempo e esqueço-me de mim.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Calendário

Agosto 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Comentários recentes

  • solua

    E deve continuar... obrigada 🙏 pra visita!Bom Domi...

  • C.C.

    Ajudar o próximo revela muito do ser humano!É de l...

  • solua

    Obrigada 🙏! Bom Domingo!

  • Sandra

    Obrigada pela dica, acho que o vou fazer! Este seu...

  • solua

    Obrigada 🙏! Beijinhos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.